Febre Catarral Ovina

Febre Catarral Ovina

De acordo com o Edital 60 da Febre Catarral Ovina, e em virtude da deteção de resultados positivos ao serotipo 4 em vários concelhos da região do Centro, foi imposto o alargamento da zona afetada para a Febre Catarral Ovina sendo agora definida como área afetada pelo serotipo 4, as regiões do Alentejo e os distritos de Santarém, Setúbal, Castelo Branco, Coimbra, Guarda e Viseu.

O referido Edital, em vigor desde 27 de julho de 2022 e que se anexa, impõe novos requisitos de movimentação de ruminantes provenientes de explorações situadas nas áreas geográficas S1-4 ou S4, de acordo com o ponto 13, A- requisitos gerais que transcrevo, no que se refere à obrigatoriedade de desinsetização do transporte de animais vivos nomeadamente antes da carga de animais.